Quem somos?

O Materializando a História é um projeto formado pela produção de podcasts e vídeos no Youtube. Somos, até o momento, cinco indivíduos-amigos que desconfortáveis com os rumos da política nacional e global decidimos levar adiante todo o conhecimento que adquirimos ao longo das nossas breves trajetórias. 

Os três responsáveis por conduzir o debate são: o professor de história Osmar Fick Jr, formado pela USP nos idos da primeira metade do século XX; o psicanalista Rafael Roso Bueno, sobrevivente ao exame toxicológico da Unesp de Assis; e o também professor de história Cláudio Melon, formado pelo campus gayzista e comunista da Unesp em Franca e com mestrado pela Universidade Federal de Goiás. Além dos únicos profissionais (editores) e lindos dessa história: Eric Calefi Jr e Arthur Barbosa. 

Nosso objetivo é debater assuntos da contemporaneidade entrelaçados com a teoria marxista, construindo a materialidade, a dialética e a revolução – porque não? 

Por fim, toda discussão completa é feita em podcast que você pode acessar nos agregadores (Spotify, Apple Podcast, Deezer, CastBox, Google Podcast) e um vídeo-resumo do mesmo tema debatido estrelado pelo ator moscouviano Cláudio Melon. Se por ventura, você for louco suficiente para nos oferecer algumas unidades de reais, podemos transformar todas as nossas bugigangas digitais em algo próximo dos estúdios Globo, e, também, comprar um pouco do nosso tempo (pararemos de dar aula depois da meia noite) para produzir conteúdo de qualidade. 

Depois de toda essa narrativa, vamos ajudar a transformar a revolução em realidade? 

#MaterializandoaHistoriaPodcast

Cláudio Melon

Formado pela UNESP em História e com mestrado pela UFG na mesma área, sou professor há 10 anos. Estou nas ruas e nas lutas construindo uma sociedade justa e livre de opressões. Organizado no PSOL, tio da Rafaela e filho do Fubá. Esse sou eu, registrado no estado burguês como Cláudio Melon, e conhecido pelos meus próximos como Claudinho.

Rafael Roso Bueno

Olá, Materializaners! Muito Prazer! Meu nome é Rafael Roso Bueno, sou psicólogo e psicanalista, mas, no podcast, mais conhecido como “o amante da dúvida”! Junto com meus amigos Cláudio Melon e Osmar, componho a mesa principal do podcast “Materializando a História”, sempre com a retaguarda e edições brilhantes do nosso querido Arthur. Formado em Psicologia na gloriosa UNESP/Assis-SP, exerço a clínica em Psicanálise desde junho de 2015 e, a partir de maio de 2017, também trabalho no SUS. Sempre “um curioso das ciências políticas” e do saber, de maneira geral, um admirador da literatura psicanalítica e marxiana, busco contribuir com a discussão do nosso podcast, na transmissão do pensamento crítico e na busca por uma sociedade menos desigual.

Osmar Fick Jr.

Osmar Fick Jr., também conhecido como “a gatinha comunista”, é professor de História e Sociologia. Formado pela USP em 2002, onde tomou contato com o pensamento marxista e iniciou sua farsesca formação intelectual, devidamente financiado p elo ouro de Moscou, vem cumprindo importante papel de doutrinador desde então. Também trabalhou como editor e redator num jornal independente em sua cidade natal (Leme, no interior de São Paulo, o epicentro da revolução internacional), ampliando seu trabalho de doutrinação juntamente com os guerrilheiros cubanos infiltrados como médicos, no caminho inexorável para o golpe comunista gayzista abortista. Por fim, após os planos secretos de implementação da URSAL serem trazidos a público na campanha presidencial de 2018, “glória a Deux”, resolveu ingressar neste projeto abertamente educador das massas, ajudando a criar o nosso Materializando a História.

Arthur Barbosa

Doutrinado com êxito pelos meus queridos professores, edito e produzo o Materializando desde sua criação. O entusiamo na área das Ciências Sociais e Políticas unido ao meu entendimento em edição de áudio me possibilita sentar na mesma mesa que nosso querido amante da dúvida, Rafael Roso Bueno; o grande remador no contrafluxo da ignorância; Cláudio Melon – e também – da grandiosa Gatinha comunista; Osmar Fick Jr.